Vazou no whatsapp sobrinha virgem gozando com garoto de belo horizonte – mg

6 min

Categoria:

Tag:

visualizações

6 min

Categoria:

Tag:

Vazou no whatsapp sobrinha virgem gozando com garoto de belo horizonte – mg

Vazou no whatsapp sobrinha virgem gozando com garoto de belo horizonte – mg

Ele pegou na minha mão e enfiou dentro da cueca.

Ela disse que gostaria mais nao tinha como ir pois estava sem dinheiro e iria deixar a sobrinha só em casa.

”– “Não se prenda por mim, Paty… Por mim você pode dormir até pelada. Certo dia um cara que era de um grupo de uns amigos, no whatsapp, nós nos conhecíamos, tínhamos se visto uma vez ou outra, porém nunca tínhamos conversado. Como meu carro tem vidros escuros, comecei a alisar os seios dela e os coloquei para fora do top e aproveitava as paradas e chupava eles, fomos para um hotel e no carro mesmo já começamos com a sacanagem, que buceta lisinha, cai de boca já doido de tesão subimos para o quarto sem roupas, assim eu entramos nem deixei ela chegar na cama, peguei ela pelos cabelos joguei na parede e roçava meu pau na bunda dela, fomos para cama, fizemos um 69 delicioso, que boquinha quente, eu chupava e enfiava um dedo no cú dela. Elas foram e repeti tudo da vez anterior até ela me falar de novo que era virgem com mulher aí começou meu desperto Vanessa me dava apenas migalhas enquanto que eu estava sempre disponível.

Eu estava em Ouro Preto há uns 5 dias quando resolvi sair para procurar novas cidades, nos arredores de Belo Horizonte, indo para Sete Lagoas eu vi uma placa na estrada apontando para uma cidade com nome desconhecido, e que ficava há uns 500 quilômetros de distância. depois ele me soltou, e então foi a minha deixa, subi em cima dele e kikei, rebolei e nem preciso dizer que ja estava tendo varios orgasmos né? até que cheguei no ouvido dele e falei, mete em mim de quatro seu puto. O garoto era convencido! Nos churrascos da família ficava sem camisa para exibir o tanquinho enxutinho. O sexo acabou com o vizinho fodendo minha esposa de quatro e gozando fora para não correr o risco de engravidá-la ou passar uma doença para ela.