Gozei Dentro Da Bucetinha Dela Mas Não Parei De Fuder

Gozei Dentro Da Bucetinha Dela Mas Não Parei De Fuder

Gozei Dentro Da Bucetinha Dela Mas Não Parei De Fuder

Por intinto cheguei perto dele, virei de costa pra ele e ele disse:– Deixa eu ver sua bundinha vai– Não posso, só o André pode ver– O que tem vai, mostra ai eu achei ela linda, só queria ver um poucoAi eu aceitei e mostrei minha bunda pra ele, e ele ai com a piroca de fora com um bumbum grande quase que chamando ele pra comer.

tinha uma janela na lateral ficava destrancada se algum vaqueiro quisesse ir fuder escondido de noite abria ela pulava e abria a porta por dentro, empurrei devagar já sabendo o que ia ver, quando abriu uma fresca enfiamos a cara rapaz, meu tio só faltou enfartar esbugalhou os olhos virou pra mim e falou: fio do cabrunco, é Bené meu filho tá enfiado no cú de cumadre Laura eita desgraça meu irmão tá de chifre do sobrinho como ela guentou esta porra e agora o que a gente faz? vamos dar flagra? deus é mais disse ele, vou dizer o que? que vim aqui te comer e peguei eles? agora complicou. Me virei e ele continuou, indo mais rápido e me fazendo revirar o olho e gemer loucamente.

Lavou sua bucetinha virgem e o seu cuzinho da maneira como as meninas haviam lhe orientado. Quando chegou na parte da dupla penetração da menina, ele enfiou um dedo no meu cuzinho, era o que estava faltando, algo no meu rabinho, me senti preenchida, gozei na hora.

– Ele fui enfiando na buceta – E eu o parei:Eu: – Ai não, quero tudo no cuzinho.

Não pude deixar de repara como suas pernas eram belas e lisinhas e, logo, já comecei a pensar em como seria aquela bucetinha escondida naquele vestido. Programei tudo, fui pro quarto e tirei só a minha parte de baixo e ele já veio cheirando, já tinha colocado o meu dedinho e deixado tudo molhado, aí ele veio com aquela língua gostosa lambendo tudo, e eu gemia cada vez mais alto-VAI LUKE, HAAAA LAMBE TUDINHO HMMM AI AIEle ia colocando a língua pra dentro de mim e eu gemia cada vez mais.