Gozando no cuzinho delicioso

1 min 23 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , ,

visualizações

1 min 23 seg

Categoria:

Tag: , , , , , , ,

Gozando no cuzinho delicioso

Gozando no cuzinho delicioso

Estava uma delícia, até que ela pegou um vibrador de uns vinte e dois centímetros e disse que iria colocar no meu cu.

Ele não te estuprou coisa nenhuma, ele fez amor com você por que foi provocado, ele me mostrou a calcinha de vagabunda que você estava usando quando se mostrou para ele…-Mas mamãe….

Numa determinada tarde, ela me liga com voz de putinha e diz que foi convidada para um almoço no dia seguinte, seria com este cara, para quem ela já estava louca pra dar, ele já conhecia bem, por fotos, a buceta,os biquinhos gostosos dos seus seios e o rabo gostoso que ela tem, alias que rabo delicioso, adora uns tapinhas. Ele me ajudou a me recuperar, se arrumou tbm e quando estávamos prontos pra sair debaixo do toldo ouvimos uma janela se fechando, foi a maior vergonha, saímos correndo, deixei a blusinha em um lixo de uma casa dali de perto, ele me levou até a porta de casa e se despediu, prometendo que da próxima vez ia ser ainda melhor…. Enquanto me comia o cuzinho ele apalpava os meus peitos com uma mao e com a outra dava palmadas no meu rabinho, isso me deixava com mais tesao ainda, os meus gemidos estavam descontrolados a respiração alterada, mas ele ainda n estava satisfeito e me comeu de ladinho, foi a melhor transa que podia ter acontecido.

Foi muito sexy!Sentei no banco, ela sentou sobre mim e passou a beijar meu pescoço. E ele colocou-a para cavalgar, de costas para ele, e ficou admirando a beleza da bunda da irmã. Os corpos suando, as peles grudando…nossa, tava um paraíso.

Estranhamente acabei gozando com um prazer indescritível. Ela tirou a camisinha dele, chupou de novo o seu pau e sentou sobre ele, ainda que estivesse em meia recuperação, foi sentando, subindo e descendo até ficar bem duro de novo, então aumentou a velocidade e aproveitou, gozou duas vezes com ele, enquanto gozava me xingava e me chamava de corno, me chamava de chifrudo frouxo, de corno manso e mais e mais dava para o outro.

Aceleramos o ritmo, aumentando o prazer e começando a arregaçar meu cuzinho. – Calma, cara, relaxa! Você vai gostar, eu garanto.