Gozando na boca da minha nega

21 seg

Categoria:

Tag: , , , , , ,

visualizações

21 seg

Categoria:

Tag: , , , , , ,

Gozando na boca da minha nega

Gozando na boca da minha nega

– Ela sussurrava, quase não se ouvia o que saia dos seus lábios. Falei que era casado,mas não tinha nada contra;Mari falou que não tinha namorado,que ainda era virgem apesar de ter 22 anos;nunca tinha visto um homem pelado,só por fotos e pela internet. Voltando ao caso, ao chegar ao meu lado deitou sua cabeça em meu colo e começamos a assistir.

Ficamos naquela safadeza por alguns minutos, ainda de roupa ela se esfregava no meu pau que já não cabia mais dentro da cueca, desabotoei o feixe da calça jeans que eu usava e pressionei a minha pica naquela bunda grande e gostosa jogando ela contra a parede, eu podia sentir a calcinha marcando o vestido, era uma calcinha fio dental que estava totalmente enterrada naquele rabo.

Ela sugeriu o banheiro, lá não haveria problema na hora que eu gozasse.

Me deitou na grama, derramou o suco na minha xotinha, aí enfiou o pau dele dentro do copo e deitou-se em cima de mim, mas para fazermos um 69.

Em dado momento eu perguntei para a minha esposa se ela tinha gostado do rapaz do barco. ao mesmo tempo que urrava de prazer também fazia caretas de dor, para o deleite do meu maridão já quase gozando. Para quem não conhece, é uma das linhas mais cheias e desordenadas da cidade.

Testei com o dedo e me assustei, não entrava! Peguei o KY disponível na suite e lubrificando muito bem o dedo e a entradinha consegui fazer um dedo penetrar, avaliei que pela primeira vez na vida encontrei um cúzinho virgem mesmo.

Depois de tudo lubrificado ela aparece com seus brinquedinhos preferidos, que junto da minha língua levam ela ao delírio. E ela então disse que me admirava e queria que seu marido fosse igual a mim.

Bem, como fomos orientados pela Thais, a brincadeira consistia em quem perdesse a partida, tiraria uma peça da roupa, e cada pessoa sairia do jogo após perder todas as peças de roupa, Kelly, já super excitada me deu um longo beijo molhado, chupando a minha língua até ficar pra fora da boca, e aceitou as regras do jogo eufórica.