Gozando Dentro Da Gordinha

visualizações

4 min

Categoria:

Tag: , , , , , , , , , , , , ,

Gozando Dentro Da Gordinha

Gozando Dentro Da Gordinha

Fiquei uns 10 minutos e fui andar e ver o que tínhamos por lá. Era um buraco maravilhoso, carnudo e rosado, macio e quente para meter. Senti um misto de dor e prazer inexplicável, quando ele deu mais estocada mas forte com a dor soltei um grito e enfiei minhas unhas em suas costas daí ele já estava dentro de mim totalmente, ele começou um vai e vem bem devagar e seus suspiros viraram gemidos ele posicionou sua boca e meu ouvido e seus gemidos foram ficando mais forte, eu não tinha mas dor comecei e sentir uma sensação nova e maravilhosa nossos corpos apesar da diferença de tamanho se encaixaram perfeitamente ficamos desse jeito por alguns minutos até que ele ergueu seu corpo passou a estocar mas rápido e me olhar nos olhos com um gemido rouco ele estremeceu e gozou ele tremia deitou sobre mim deu pra sentir seu coração batendo descompassado, nus beijamos até que voltei a mim e lembrei que não tinha avisado minha irmã onde estaria não tinha dado conta do tempo já passava das 16h eu estava ferrada no meio de risadas e gritos de “ to ferrada ” nos vestimos e ele me deixou na esquina de casa. Nossa eu nao sabia onde ia por todo aquele tesão que me consumiu no momento, cheguei em casa e tive que tocar uma punheta pensando na proxima aventura com minha gordinha sapka.

Ele sorri e comecei a dançar sensualmente diante da câmera, passava as mãos sobre os seios, coxas e rebolava diante dele. Então eu me ajoelhei na frente dele e segurei a rola dele firme. Ela passava a ponta da língua nos grandes lábios.

Mas se aparecesse um modelo mais bonito, ou um cara mais fortinho, era visível seu interesse.

Quando senti seu pau inchar mais dentro de mim, não agiientei e gozei na minha mão, enquanto Rodrigo esporrava no meu cu.

Sem camisa, ele entrou no banheiro, cuja porta nunca era fechada, e viu a irmã na frente do espelho, secador numa das mãos e escova na outra. você se curvou um pouco e eu se incluindo para que eu pudesse beijá-los, chupava os mamilos, mordia os biquinhos de leve… você dizia que nunca haviam lhe comido dando tanta atenção ao seu corpo inteiro desta maneira. "Eu vim gozando em sua boca, rebolando na sua boca e tremendo no melhor orgasmo que tive em toda minha vida.

Ele falou para mim ” nenhuma mulher resiste a esse negão aqui” e já foi me agarrando, pegando minha bunda com aquelas duas mãos enorme e me levando para um lugar mais isolado da rua.