Fudendo a buceta gorda e gozando dentro

48 seg

Categoria:

Tag: , , , ,

visualizações

48 seg

Categoria:

Tag: , , , ,

Fudendo a buceta gorda e gozando dentro

Fudendo a buceta gorda e gozando dentro

Eu comecei a socar mais forte, meu pau entrava e saia com vontade, ela gemia mais alto e eu ofegava em cima dela, olhava aquele corpinho sacudir e os peitinhos a pular, ela entrelaçou a perna em mim e eu continuei socando, sem perceber meu pau começou a latejar e quando ela me apertou e soltou um gemido forte e alto eu vi que ela tava gozando, pude sentir a bucetinha apertar meu pau e então não aguentei, enchi a bucetinha dela de porra, gemi alto enquanto jogava tudo dentro. Difícil aguentar essas “mordidinhas no pau”, sei bem! Pude então ver nosso novo amigo aumentando os movimentos, as duas respirações ficando mais ofegantes e pela primeira vez vi um homem gozando dentro da buceta dela! Momento delicioso.

Eu sou média em quase todos os requisitos – não tenho seios muito grandes, não sou muito magra mas não chego a ser gorda, cabelos longos e escuros, branca, 1,65. ""Brincando, Cassiano disse:Didi, Caio, oque vocês fazem do boga de vocês não é problema meu e de ninguém, mas quando forem fazer essas coisas porra, faça a presença com a galera caralho…Nós rimos, mas então Thiago perguntou:– Mas e então?! Vai ficar por isso mesmo?! O filho da puta faz a pilantragem e vai sair sem nem levar umas tapas nas “zurêias”?"Eles ficaram fudendo ali na minha frente por um bom tempo, ele comeu ela de quatro, fez ela cavalgar na rola dele, papai-mamãe.

– Querido, acertamos… ele só queria uma pessoa lá, eu!– E treparam loucamente, pelo visto…– Sim, foram três!– Uau!– Deixa eu te contar amanhã… por favor, estou um bagaço, ele acabou comigo…– Conta só a primeira, deixa as duas para amanhã, pode ser?– Você é terrível, tá bom, mas não tente mudar… só vou contar a primeira.

Meti naquela buceta enorme até ela gosar novamente e aí fui a forra e enfiei com força no seu cuzinho e ela gritava de dor e prazer e eu tapava sua boca pra que ninguém escutasse e subisse pra ver o que era.