Foda amadora que vazou na net minha vagabunda vagabunda gozando com o caseiro de franca – sp

49 seg

Categoria:

Tag:

visualizações

49 seg

Categoria:

Tag:

Foda amadora que vazou na net minha vagabunda vagabunda gozando com o caseiro de franca – sp

Foda amadora que vazou na net minha vagabunda vagabunda gozando com o caseiro de franca – sp

"Minhas sobrinhas e irmãs Helena e Paulinha foram, nas férias, fazer um giro pelas praias do Nordeste.

Ela dizia que queria dar pro caseiro, que eu seria seu corno e me perguntava se eu vi o quanto ele estava com tesão ao me ver daquele modo e dizia que queria aquela pica dentro dela e gozou gritando que eu seria seu corno manso. Enquanto eles faziam a contagem regressiva na área externa,eu estava sentada em seu pau,cavalgando e gozando.

Joguei ela na cama, chupei a buceta, enfiei nela sem dó, botei de quatro, dei uma lambida no cuzinho, enfiei um dedo e ela me falou: que delícia, daí tirei o dedo e enfiei o pau e comi violentamente o rabinho e a vagabunda gritava de prazer até que não aguentei mais e enchi o rabo dela….

muito, minha boca também doia, o homem que queria me comer se deitou naachei melhor conversar com ela, a fim de expormos, francamente, os nossos mais íntimos desejos. uma vez que ela quem colocou a camisinha nele,como se ela estivesse dando o aval final pra toda aquela putaria ele estava quase gozando no oral, ele me levantou com tudo do chão, novamente me colocou sobre a mesa,dessa vez de bruços arrancou meu vestido,tirou minha calcinha,fiquei somente com os saltos, segurou meus cabelos, me deu uns bons tapas na xana, na bunda, e mandava eu empinar a bunda, mais e mais, levei muito tapa, como se fosse uma menina levada sendo punida por estar querendo tanto o pau dele dentro de mim, e como se ele estivesse lendo meus pensamentos ele socou toda aquela vara de uma só vez, sem charminho ou enrolações, minha xota estava pingando não foi tão difícil assim,ele foi um animal,me comeu, meteu gostoso , me puxava pelo cabelo na intenção de colocar cada vez mais fundo,me pegava pela cintura, aquele som característico, mas tão gostoso, arrepios percorrendo pelo meu corpo, não escutava mais a voz da Clara,estava escutando o encontro dos nossos corpos e sentindo o formigamento na base da minha coluna que antecede a um bom orgasmo,sem vergonha alguma incentivei entredentes:Fode,Fode,Fode sua vagabunda…Me deixa toda arrebentada,não para de me comer e mostra para a corna da tua esposa como que uma puta tem que dar!Ouvi os gemidos guturais do Carlos,e as ultimas bombadas que acompanharam com sincronia a minha explosão gozei muito gostoso,ele se jogou sobre mim e ficamos alguns segundos nessa posição, a Clara se aproximou, e deixou um beijo no meu ouvido.