Caiu na net em vídeo caseiro sensacional esposa ninfetinha comendo esposa vagabunda com seu macho de sorte – joão pessoa – pb

1 min 13 seg

Categoria:

Tag: ,

visualizações

1 min 13 seg

Categoria:

Tag: ,

Caiu na net em vídeo caseiro sensacional esposa ninfetinha comendo esposa vagabunda com seu macho de sorte – joão pessoa – pb

Caiu na net em vídeo caseiro sensacional esposa ninfetinha comendo esposa vagabunda com seu macho de sorte – joão pessoa – pb

No Sabado pelo manhã como sempre me levantei cedo, Mara minha mulher ainda dormindo, tomei banho passei no quarto do Daniel e Katia, estavam também dormindo,avisei a Mara que iria na cidade passar na padaria e fazer umas compras, voltando lá pelas 09:30hs, todos já estavam acordados, a Katia ja tinha tomado banho, estava com um shortinho pijama, sem calcinha e sutiã, e Mara minha esposa de babby doo branco transparente e calcinha de renda vermelha, logo chegou Daniel de cueca, com o pau meio mole, tomamos café, avisei que iria dar uma olhada no sitio, eles disseram que iriam tomar banho e iriam pra piscina, o Daniel iria fazer churrasco, depois de umas 02 horas, já eram mais de 11 horas,voltei as meninas na piscina, Daniel na churrasqueira, fui colocar um short, tomei banho de piscina, churrasco, depois me deu um sono danado, avisei que iria dormir um pouco, eles ficaram bebendo na piscina, acordei lá pelas 14 horas, olhei pra piscina e não tinha ninguem, quando passei no quarto vi uns gemidos das meninas, abri um pouco a porta e Daniel tava deitado, chupando a buceta de minha mulher, enquanto sua mulher chupava seu pau, entrei no quarto quando Mara minha mulher fastou a Katia do pau dele e sentou em cima, enquanto Daniel passou a chupar a buceta da Katia, assim ficaram, me aproximei da Katia, dei meu pau, ela me sentou na cadeira e meteu meu pau em sua buceta, vi a Mara as gritos dizendo que estava gozando, ele metendo nela e seu dedo na sua bunda, com aquela sena não demorou e gozamos todos gostoso, com a Mara lambendo o pau do Daniel todinho, depois beijou a Katia na boca dividindo o gozo do Daniel com ela, e assim foi nosso final de semana.

A cena era: esposas trocadas,cada qual abraçada uma na outra, sendo fudidas de quatro na cama. A partir daí comecei a trata-la como uma cadelinha e fui metendo que nem um louco vendo minha pica afundando dentro daquela ninfetinha que gemia, chorava, se contorcia, pedia mais e mais, e, numa rebolada mais forte ela soltou seu corpinho enquanto dava um gemido trêmulo, foi a primeira gozada de sua vida! July boquiaberta disse que queria também, então dei um longo beijo na boca de Andressa ( que estava extasiada) e puxei July para cima de mim para ensina-la a cavalgar. Ela fica linda nestes momentos, pois nada mais lindo do que uma mulher que demonstra gostar da coisa e que sabe como fazer!Bom eu tinha 13 anos ,era curiosa e resolvi olha alguns vídeos na Internet ,perbeci q aquilo foi me excitando , fiquei molhadinha e por mais q tivesse 13 anos eu jaa era bem intendida.

Qual não foi a minha surpresa de ver que tão logo tenha sentado na poltrona, João apareceu no corredor, com a pica duríssima, apontando na minha direção.

Sinto sua ferocidade reprimida, seu cheiro de macho me dominando.

Dessa vez demora mais, ela fica muito tempo gemendo e chorando baixinho, meio desconcertado peço desculpas:-Perdão filhinha…você quer que eu tire?Ela se recupera um pouco:-NÃO PAI! NÃO TIRA! Quero sentir mais você dentro de mim, não se desculpe…tudo o que você fez comigo fui eu mesma que pedi, fiquei com inveja e cíumes da Flavinha e agi muito errado com você mas não me arrependo e não quero que se sinta culpado…agora fode meu rabo pai, quero ser sua putinha gostosa, sou safada não sou? Estou dando o rabo como uma puta não é pai?Começei a bombar bem devagar:-Então aguenta aí sua puta, agora pode gritar e chorar que a mamãe não está aqui para acudir!Fui naturalmente aumentando os movimentos, os gritos, longos gemidos de dor e choro foram ignorados, alí agora não tinha mais papai, não tinha filhinha…era macho fudendo puta, vadia dando o rabo, perversamente fantasiei que eu estava comendo uma puta de luxo que me custou mais de tres mil reais, ficou mais fácil para mim e pior para ela…Ela mesmo sendo castigada rude, se masturbava vibrando a mãozinha no grelinho , gozou muitas vezes, não sei quantas já que não parava mais de gemer escandalosamente e a tremer todinha, depois começou a amolecer quase desfalecendo.

E naquela noite, ouvindo o relato dela, bem completo, ele transou com ela, uma transa sensacional com direito a tudo.

Porém achei que não deveria abusar da sorte, tudo estava correndo bem demais, perto da vida de pobreza que eu levava, agora me sentia uma rainha. "Antonio socava com força com a calça arriada e a camisa completamente rasgadas ele tentava se vingar da esposa vagabunda, a comia com força, a fodia com ódio. Em primeiro lugar quero dizer que os nomes das pessoas, por absoluto sigilo, serão fictícios afinal sou extremamente discreto e não quero expor ninguém afinal tudo aconteceu de verdade. Fui direto pro sitio, cheguei lá e o caseiro já havia saido, e lá estavam denovo os tres cães do dia anterior tentando fuder a cadela, fiquei olhando enquanto descansava e pensava, já havia bulinado ela muitas vezes com os dedos, mais sempre que tentava meter não conseguia, pois ela não estava no cio e só conseguia meter a cabeça do pau, era muito apertada.